ULBRA adquire Plataforma 3DEXPERIENCE, solução em nuvem para aulas remotas de Engenharia

Universidade é a primeira no Brasil a disponibilizar plataforma online para alunos desenvolverem projetos.



O uso de aplicativos em nuvem, com informações atualizadas em tempo real, não é novidade. Com o novo cenário em que nos encontramos, imposto pela pandemia do novo coronavírus, mais do que comum, o uso se tornou necessário, seja no nosso dia a dia, no ambiente de trabalho ou no meio acadêmico.


As instituições de ensino presenciais tiveram que se adaptar e criar metodologias de ensino. Mas como ficam as disciplinas práticas neste cenário repleto de mudanças? 


Cursos como os de Engenharia Mecânica e Engenharia Mecânica Automotiva, da ULBRA, conseguiram se destacar neste momento de incertezas.

 

Em algumas das disciplinas práticas, a universidade utilizada softwares com licença local; considerando que os computadores da universidade possuíam capacidade para rodar softwares como o SOLIDWORKS, por exemplo, isso não era um problema. Com o distanciamento social, porém, este cenário mudou e o estudo remoto tomou espaço.


 

Necessidade de hardware

A problemática deste caso estava principalmente relacionada aos computadores dos alunos em casa: segundo o professor Antônio Flávio Rodrigues, que leciona há 18 anos na ULBRA, a universidade tinha o conhecimento de que nem todos os alunos teriam um computador com capacidade para acessar de casa no formato hardware. 

Por conta disto, entraram em contato com a SKA para entenderem qual seria a solução indicada para este caso. 

Considerando a necessidade de acesso remoto dos alunos e a falta de equipamentos potentes para rodar o programa, a solução encontrada foi utilizar o sistema da Plataforma 3DEXPERIENCE, em nuvem. 


Além das facilidades de acesso, o professor conta que seria complicado avaliar o desenvolvimento do aluno de forma remota, se não tivesse o acompanhamento simultâneo das atividades.




“Existe uma diferença bem significativa sobre o ‘dar aula’. A nossa carga horária aumentou, a interação diminuiu. É muito diferente do ambiente de sala de aula, em que vamos caminhando, perguntando, tirando dúvidas e interagindo, construindo o conhecimento. O contato do aluno com outro aluno, a troca de experiências ocorre de forma mais simplificada do que no ambiente presencial. Por isso, o acompanhamento do desenvolvimento de projetos em nuvem é tão importante”, explica Antônio.

 

Acompanhamento simultâneo

Durante a aula, o aluno pode compartilhar a tela e comentar suas dúvidas com a turma. Nos espaços colaborativos, o professor, como administrador, consegue visualizar o arquivo de qualquer aluno, o que facilita a visualização, correção e acompanhamento do projeto. 

Para o aluno Carlos Eduardo Sinhoreli, a integração em nuvem das engenharias, além de ser um dos principais caminhos a ser seguido, acaba sendo inevitável. 

“Ainda são muitos os desafios, como qualidade da internet oferecida, resistência a mudanças, universalização da informação etc. Entretanto, estas dificuldades não devem alterar o curso do desenvolvimento deste novo modelo de ensino nas universidades”, comenta.


 

Ferramenta customizada

SKA é a única revenda no Brasil com equipe dedicada à área acadêmica. A empresa possui parcerias com diversas instituições de ensino, como a ULBRA, capacitando alunos e professores com o que há de mais avançado no mercado. 

Ao ser contatada pela universidade para a disponibilização da plataforma, a SKA entendeu que havia a necessidade de uma apresentação técnica para os alunos, demonstrando as possibilidades da ferramenta, em formato de webinar

“Tivemos dois treinamentos: um voltado à apresentação da plataforma e outro mais relacionado à utilização da ferramenta XDesign. Definimos juntos como iríamos atuar dentro da universidade em termos de organização: o que seria abordado com os alunos, arquivos compartilhados, se os estudantes teriam a permissão de observar o que colegas estavam fazendo. Os técnicos da SKA conseguiram customizar a ferramenta de acordo com as nossas necessidades”, finaliza Antônio.

 



O melhor conteúdo do setor metal-mecânico no seu e-mail

Cadastre-se em nossa lista VIP para receber conteúdo, notícias e muito mais sobre o setor metal-mecânico.

Compartilhe