Tupy tem receita recorde e lucro triplica

Os resultados financeiros do segundo trimestre da Tupy apresentaram crescimento expressivo em relação ao mesmo período do ano passado. De abril a junho as receitas totalizaram R$ 1,21 bilhão, o maior valor de sua história e representando aumento de 32,3% na comparação anual.

O crescimento foi acompanhado pelo aumento da rentabilidade e do lucro. O lucro líquido atingiu R$ 48,3 milhões, valor três vezes maior do que o apurado no segundo trimestre do ano passado, quando somou R$ 15,9 milhões. 

O Ebitda ajustado (geração de caixa) atingiu R$ 180,8 milhões entre abril e junho de 2018, crescimento de 70,9% ante o mesmo período do ano anterior, com margem de 14,8%. Excluindo impactos ocasionados pela greve dos caminhoneiros, a margem atingiu 16% no período.

– Nossos clientes são os grandes líderes mundiais nos segmentos de transporte de cargas, infraestrutura e agricultura. A economia global continua forte, impactando positivamente setores que temos grande exposição, como mineração, construção residencial e não residencial e extração de petróleo, entre outros, diz o presidente Fernando de Rizzo.

Por sua vez, a geração de caixa operacional atingiu R$ 162,4 milhões, maior valor da história da empresa para um segundo trimestre e corresponde a aumento de 110,5% na comparação anual. O retorno sobre o capital investido atingiu 10,2%, resultado de diversas iniciativas visando melhor desempenho operacional e eficiência na utilização dos ativos.

 As receitas do mercado interno aumentaram 25,5%, com destaque para as vendas de veículos comerciais, que aumentaram 47,4% no trimestre. No mercado externo, que representou 83% das vendas no período, o cenário também é de expansão, com aumento de 33,7%, decorrente do crescimento da receita em todas as aplicações utilizadas nos segmentos de transporte, infraestrutura e agricultura. América do Norte (continuação).

As vendas para clientes localizados na América do Norte representaram 65% da receita da companhia no segundo trimestre de 2018. Américas do Sul e América Central representaram 18% e a Europa, 11,4%. Os demais 5,6% provieram da Ásia, África e Oceania.

O presidente ainda enfatiza, ainda de que nos últimos 12 meses foram desenvolvidas ações com o objetivo de melhorar a eficiência operacional e alocação de capital que acarretaram no aumento da rentabilidade observada neste trimestre. 

– Essa mudança é planejada e se refere à estratégia de otimização dos investimentos, com foco no aumento do retorno sobre o capital investido, explica o executivo.

Em 24 de agosto de 2018, a Tupy pagará aos seus acionistas juros sobre capital próprio no montante de R$ 37,5 milhões. E irá distribuir proventos no valor mínimo de R$ 150 milhões, referentes ao exercício de 2018. Os mesmos serão distribuídos trimestralmente sob a forma de juros sobre capital próprio (até o limite estabelecido pela legislação) e dividendos. O montante a ser distribuído em agosto corresponde à segunda parcela. A primeira foi paga em 25 de maio.

Fonte nsctotal

Tags
Tupy fundição ferro fundidoferro maleável
Compartilhe

Revista Ferramental

Fique por dentro das noticias e novidades tecnológicas do mundo da ferramentaria.