SP atrai R$ 208 bi de investimentos nos últimos 3 anos, 22% mais que triênio anterior

Na indústria, somente a General Motors e a Bracell anunciaram investimentos de R$ 7,8 bilhões cada.

O Governador João Doria anunciou na última quarta-feira (12) que o estado de São Paulo recebeu um volume de R$ 208 bilhões de investimentos de empresas públicas e privadas entre 2019 e 2021, valor 22% maior do que o registrado nos três anos anteriores (2016, 2017 e 2018), de R$ 170 bilhões.

Os dados são da Piesp (Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo), da Fundação Seade. 

“O resultado da Piesp aponta que o crescimento da atividade econômica em São Paulo, não obstante a pandemia, avançou junto com as reformas estruturantes que implantamos – previdenciária, administrativa e fiscal, em um claro sinal de confiança dos investidores nacionais e internacionais”, afirmou Doria. 

Os números demonstram que o estado de São Paulo cresce mais do que o Brasil há três anos seguidos. Neste período, um de cada três empregos criados no país foi gerado em São Paulo. 

Entre 2019 e 2021, no setor da infraestrutura, o maior investimento foi da empresa Linha Universidade (em torno de R$ 16,2 bilhões) e, em serviços, o maior valor foi registrado pelo Bradesco (R$ 6,7 bilhões).

No setor do comércio, o destaque foi a Mercado Livre com R$ 4 bilhões e, na indústria, a General Motors e a Bracell anunciaram investimentos de R$ 7,8 bilhões cada.

A empresa Raízen Energia, no setor da agropecuária, anunciou R$ 6,6 bilhões. 

“Uma economia que cresce abre mais perspectiva para venda das empresas. Em consequência, isso cria condições para mais investimento. São Paulo cresce a taxas altas, bastante superiores à média nacional, durante três anos seguidos e isso está criando demanda e oportunidade para investimento”, destacou o Secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles. 

A Piesp é elaborada por captação automatizada e diária de anúncios publicados na imprensa.

A confirmação das informações junto às empresas é feita via telefone e solicita dados sobre o tipo de investimento, o período que será realizado, o setor ao qual pertence a empresa, o valor e local do investimento. 

“Deste triênio, praticamente em dois anos enfrentamos a pandemia e, mesmo assim, os investimentos continuaram acelerados no estado de São Paulo, totalizando mais de R$ 208 bilhões”, afirmou o Diretor Executivo da Fundação Seade, Bruno Caetano. 

Fonte CIMM  Por Imprensa Governo de São Paulo


Tags
São PauloPiespinvestimentoBrasilindústriacomércioeconomia
Compartilhe

Revista Ferramental

Fique por dentro das noticias e novidades tecnológicas do mundo da ferramentaria.