Sem chips, montadoras cortam 400 mil da produção em novembro

Falta de semicondutores segue reduzindo metas das fabricantes para o mês

Último levantamento da AutoForecast Solutions (AFS) mostra que as montadoras cortaram 400 mil veículos de suas projeções iniciais de produção para novembro, especialmente devido à falta de chips. 

A soma total, no início do mês, indicava uma produção global de 4,4 milhões de unidades feitas nas linhas de produção.

A razão dos cortes, para variar, é a escassez de semicondutores no mercado para atender às demandas das fabricantes de veículos. 

À medida que a indústria se aproxima do fim de um segundo ano completo de crise dos chips em todo o mundo, as montadoras ainda promovem mais mudanças de cronograma para lidar com o problema.

Produção das montadoras e chips: novela sem fim

As montadoras instaladas na América do Norte, segundo o levantamento, deixarão de produzir em novembro 79 mil unidades. Na Europa, os cortes de produção envolvem cerca de 170 mil unidades por causa dos chips.

Na China, os cortes nos planos de produção chegaram a 50 mil unidades, apontou o levantamento da AFS. No resto da Ásia, ainda segundo a consultoria, serão 84 mil unidades. 

Na América do Sul, por sua vez, as montadoras devem produzir 6 mil veículos a menos devido aos chips automotivos.

Fonte: Automotive Business

Tags
chipproduçãomontadorasemiconutores
Compartilhe

Revista Ferramental

Fique por dentro das noticias e novidades tecnológicas do mundo da ferramentaria.