Produção de aço cresce; IABr nega desabastecimento

 A produção brasileira de aço bruto foi de 5,8 milhões de t no acumulado de janeiro e fevereiro deste ano, aumento de 7,3% em relação ao mesmo período de 2020, de acordo com o Instituto Aço Brasil (IABr).

As vendas internas no bimestre foram de 3,8 milhões de t, 22,9% acima do que foi oferecido ao mercado em igual período do ano passado. 

Já o consumo aparente, de 4,3 milhões de t, representou aumento de 24,7% em relação a janeiro e fevereiro de 2020.

Para Marco Polo de Mello Lopes, presidente executivo do IABr, esses números confirmam o movimento de retomada do mercado iniciado já em maio do ano passado, e desmentem que haja desabastecimento proposital de aço para a elevação especulativa dos preços do insumo.

Em nota, Lopes explicou que várias indústrias siderúrgicas tiverem de desligar equipamentos de produção em abril do ano passado, devido à pandemia e à queda da demanda.

“Mas logo que os sinais de recuperação da economia surgiram, em meados de maio, nosso setor religou os equipamentos e reativou a produção, para atender a volta dos pedidos dos clientes”, salientou o executivo.

Lopes lembrou que, após enfrentar cancelamentos sumários de pedidos de compra de seus principais clientes na construção civil e nos setores automotivo e de máquinas e equipamentos, que representam 82,2% do consumo de aço no país, a siderurgia brasileira teve de operar com apenas 45% da capacidade instalada.

“Mas já a partir de junho, depois de arcar com pesados prejuízos, o setor passou a colocar no mercado doméstico volumes de aço maiores do que aqueles observados em janeiro e fevereiro desse mesmo ano, quando inexistia reclamação de qualquer consumidor em relação ao abastecimento de aço”, afirmou.

Ele destacou ainda que, em janeiro de 2021, a siderurgia brasileira alcançou a maior produção de aço desde janeiro de 2019, a maior produção e vendas de produtos planos desde outubro de 2013 e o maior consumo aparente de aço desde março de 2015.

Também atribuiu as eventuais elevações de preços ao generalizado boom nos preços de commodities verificado hoje em todo o mundo, e que está repercutindo em todos os elos das cadeias produtivas.

Por Usinagem Brasil 

Tags
aço produção
Compartilhe

Revista Ferramental

Fique por dentro das noticias e novidades tecnológicas do mundo da ferramentaria.