O que são fintechs de crédito e como elas podem beneficiar MPMEs

As fintechs de crédito são aquelas que oferecem os chamados empréstimos on-line. O processo garante maior precisão e rapidez na avaliação do pedido. Saiba mais sobre essa oportunidade

Os últimos 30 anos apresentaram uma variedade de avanços tecnológicos. As inovações transformaram a maneira como aprendemos, interagimos, compramos, trabalhamos e muito mais. Os desenvolvimentos na área de tecnologia financeira oferecem uma maneira diferente para empresários solicitarem, obterem e gerenciarem fundos, necessários para geração de fluxo de caixa e investimentos na empresa. Uma dessas inovações são as fintechs de crédito. 

A seguir, o Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC) explica o que são fintechs e como elas podem beneficiar micro, pequenos e médios empresários brasileiros. Confira:

O que são as fintechs?

Fintech é uma combinação das palavras em inglês financial (“financeiro”) e technology (“tecnologia”). É um termo relativamente recente que se aplica a qualquer tecnologia emergente que ofereça serviços financeiros de maneiras mais novas e rápidas do que as tradicionalmente disponíveis.

Pense na diferença entre entrar em um banco para solicitar seu saldo e a capacidade de obter essas informações em tempo real no celular, pela internet e você terá uma boa ideia do impacto das fintechs.

As fintechs de crédito são aquelas que oferecem os chamados empréstimos on-line. A solicitação é feita sem sair de casa, pelo computador ou celular e é completamente segura. Elas realizam o processo de avaliação a partir dos dados que o solicitante fornece no momento do cadastro e, caso aprove, deposita o valor diretamente na conta informada. O processo garante maior precisão e rapidez na avaliação do pedido de empréstimo.

Ganha a fintech, que reduz os riscos relacionados, e ganha o cliente, que recebe o dinheiro, quando aprovado, em menos tempo e com menos burocracia do que nos empréstimos em bancos tradicionais.

Quais os benefícios do empréstimo com fintechs?

As fintechs de crédito mudam o cenário físico dos empréstimos com a ajuda de dados e tecnologia. Veja algumas transformações que elas implementaram no processo de concessão:

1. Capital mais disponível

Os empréstimos comerciais on-line simplificam o processo, permitindo que as empresas preencham apenas um formulário, que é enviado a vários credores. Além de facilitar, isso oferece mais oportunidades para os mutuários encontrarem um credor que atenda às suas necessidades e as aprove.

E isso se aplica a empresas de todos os tipos diferentes de indústrias - portanto, independentemente do segmento de atuação do seu negócio, as fintechs tornam o capital mais acessível para você.

2. Aprovações e financiamento rápidos

Em certas situações, os bancos e fornecedores de crédito podem levar semanas ou meses para processar e aprovar um pedido de empréstimo. Por outro lado, as fintechs normalmente aprovam e financiam em menos de 24 horas.

Como falamos, as fintechs de crédito obtêm dados de várias fontes alternativas diferentes para determinar rapidamente a probabilidade de um empresário pagar um empréstimo e cumprir o contrato. Os dados são coletados e analisados ​​em segundos para criar um relatório da capacidade de pagamento e do risco do consumidor.

3. Conexão de contas bancárias

Para qualquer tipo de financiamento comercial, o credor precisará avaliar o histórico bancário da empresa. Por meio de um banco tradicional, o processo de solicitação de empréstimo exigiria que a organização fornecesse registros físicos, que remontariam a pelo menos 3-6 meses.

Como uma empresa nem sempre pode prever quando precisará solicitar financiamento, esses registros teriam que ser mantidos indefinidamente, apenas no caso de serem necessários para um pedido de crédito.

As fintechs de crédito fazem pleno uso das inovações digitais, incluindo a possibilidade de os solicitantes de empréstimos conectarem suas contas bancárias com segurança.

Mais uma vez, a tecnologia financeira não apenas facilita o processo de solicitação de empréstimos, mas também o torna mais seguro para os mutuários.

4. Vantagens e economias

Ao implementar processos automatizados mais suaves, as fintechs de crédito podem economizar dinheiro com custos indiretos, como pessoal, aluguel e despesas administrativas. Essas economias podem ser repassadas ao cliente na forma de taxas de juros competitivas. Além disso, elas oferecem mais comodidades para os empresários.

Fonte: CNI - Agência de notícias

Tags
fintechs de crédito
Compartilhe

Revista Ferramental

Fique por dentro das noticias e novidades tecnológicas do mundo da ferramentaria.