GM anuncia investimento de R$ 10 bi nas fábricas de SP

No início deste ano, a GM divulgou comunicado aos seus funcionários em que o principal executivo da empresa no Mercosul, Carlos Zarlenga, dizia que após ter registrado perdas por três anos seguidos “2019 será decisivo para a continuidade da operação local”, deixando entrever que a montadora avaliava sair do mercado brasileiro.

Ontem (19 de março), quase dois meses após a divulgação do comunicado, Carlos Zarlenga anunciou que a GM irá investir R$ 10 bilhões, entre 2020 e 2024, nas fábricas de São José dos Campos e São Caetano do Sul, ambas no Estado de São Paulo. O anúncio foi feito no Palácio do Bandeirantes, sede do governo paulista.

Os novos recursos serão destinados a novos produtos. Zarlenga não informou quanto será destinado a cada uma das fábricas.

De acordo com o governo estadual, com isso, a GM não só manterá os 15 mil empregos atuais nas duas unidades, como irá criar mais 1,2 mil vagas (400 diretos e 800 indiretos). "Não só revertemos a decisão da GM de sair do Estado como agora teremos R$ 10 bilhões em investimentos", declarou o governador João Doria.

IncentivAuto - A montadora se beneficiará do programa IncentivAuto, programa lançado em 8 de março pelo Estado, que concederá descontos progressivos, de até 25%, do ICMS devido nos produtos fabricados em São Paulo. O índice máximo do programa será alcançado pelas empresas que fizerem investimentos de R$ 10 bilhões, exatamente o valor anunciado pela GM.

De acordo com o governo, o programa tem como objetivo modernizar a indústria automobilística no Estado, ampliar a produção de veículos e gerar novos empregos. Para participar do programa, as empresas interessadas devem apresentar plano de investimento superior a R$ 1 bilhão no Estado (em novas fábricas, novos produtos e expansão de plantas industriais) e criar, no mínimo, 400 postos de trabalho. O desconto de ICMS aumenta de acordo com o tamanho do investimento feito pela montadora e só é repassado após a conclusão do aporte.

As empresas inicialmente deverão apresentar os projetos junto à Comissão de Avaliação da Política de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, constituída por integrantes da Secretaria da Fazenda e Planejamento e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Uma vez aprovados, os projetos serão acompanhados pela Investe São Paulo (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade), por meio de relatório demonstrativo semestral do cumprimento do cronograma de execução do projeto de investimento.

Fonte Usinagem Brasil 

Tags
Automotivo ICMS GM Montadoras investimentoMercosulIncentivAuto
Compartilhe

Revista Ferramental

Fique por dentro das noticias e novidades tecnológicas do mundo da ferramentaria.