Aluno do SENAI é medalhista de ouro em competição internacional da Samsung

O Brasil foi convidado a participar da disputa, que é considerada um simulado para a Olimpíada do Conhecimento

A Samsung Electronics promoveu a competição Samsung Skills 2021 e o estudante do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Londrina (PR) Thiago Rocha de Araújo foi o grande campeão. 

O jovem recebeu a medalha de ouro na categoria #53 Computação em Nuvem, deixando os competidores de Singapura e Taiwan em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

A competição tem como objetivo aprimorar as habilidades profissionais de jovens especialistas e torná-los campeões da WorldSkills Competition (WSC), que tem a Samsung Electronics como sua maior patrocinadora oficial e incentivadora do movimento. 

“É como se fosse um ‘simulado’ antes da WorldSkills, porém não influencia diretamente na competição”, explica o medalhista de ouro Thiago de Araújo.

Atualmente, o medalhista é o engenheiro DevOps da empresa Arbo Imóveis e participa das competições WorldSkills na categoria de Computação em Nuvem, mais conhecido como Cloud Computing

Na edição de 2021, a Samsung Skills convidou medalhistas do Brasil, Singapura, Taiwan, Rússia, Japão e Coreia.

De acordo com Thiago de Araújo, o convite para participar da competição chegou com duas semanas de antecedência.

 “Participamos de uma seletiva, entre os quatro Estados que estão competindo na modalidade, para eleger os dois primeiros colocados que participaram da Samsung Skill”, relembra.

Avaliação à distância

Em respeito aos protocolos da Covid-19, a competição foi realizada remotamente. 

Deste modo, todas as etapas, o processo avaliatório e a cerimônia de premiação do torneio ocorreram de forma online.

Gabriel de Oliveira Galdino, campeão da Olimpíada do Conhecimento e da WorldSkills e, atualmente, técnico de ensino do SENAI Londrina (PR), explica que a competição exige que os alunos desenvolvam projetos de acordo com a área de participação. E a avaliação é realizada em cima desta proposta.

“Os competidores devem preparar este projeto em um determinado tempo e este prazo é bem menor comparado ao dia a dia. 

Para a Samsung Skills, um dia de prova tem duração de 4 a 5 horas para realizar diversas tarefas que, na indústria, demorariam dias para serem executadas. 

Ao final deste período, os avaliadores são divididos entre grupos para iniciar a avaliação de cada projeto e cada um possui uma ficha de avaliação com todos os aspectos desejados. 

A partir disso, é possível avaliar o competidor de acordo com os padrões da indústria”, detalha.

Qualidade superior de ensino

“O ensino do SENAI certamente é um dos melhores do Brasil. Os competidores do SENAI estão demonstrando grande competência em competições de alto nível! Além disso, o SENAI nos dá vários caminhos e qualificações que o mercado de trabalho precisa, o ensino técnico é bem avançado, principalmente na prática e na teoria”, defende.

De acordo com Gabriel Galdino, a rede caminha muito próxima à indústria e o seu ensino visa suprir as necessidades da área, pensando nos padrões necessários, nas tecnologias utilizadas e no futuro do mercado de trabalho.

“A nossa metodologia é focada em formar profissionais de excelente qualidade. Desde que um jovem inicia um curso técnico, de qualificação ou aperfeiçoamento, ele já possui uma visão de excelência, do padrão de alta qualidade que o SENAI entrega. 

Assim, a rede inicia a formação com as áreas de softskills (parte comportamental e psicológica) e hardskills (parte técnica) dos jovens. Então, no treinamento o foco está na ocupação que o aluno optou e é nesta parte que o SENAI ensina o conteúdo técnico visando o que será desenvolvido na Indústria”, relata.

O técnico de ensino foi o instrutor do medalhista Thiago de Araújo no SENAI de Londrina (PR) e eles continuam trabalhando lado a lado para as competições. Para o medalhista, ser o campeão da Samsung Skills 2021 apenas confirmou a excelência de ensino da rede SENAI.

“Foi uma grande honra poder representar o SENAI e o Brasil e ser campeão em uma competição internacional. Com essa vitória vi que, todo tempo de treinamento, todo esforço e toda dedicação que, não só eu, mas todos envolvidos nesse processo tivemos, valeu muito e estamos colhendo os frutos do nosso trabalho! Essa vitória só mostra o quanto evoluímos e o quanto ainda temos de evoluir. É um longo caminho!”, celebra.

WorldSkills Competition

Idealizada em 1946, logo após a Segunda Guerra Mundial, a WorldSkills (WSC) é uma competição internacional de educação ocupacional que busca o desenvolvimento e a excelência de profissões técnicas e de serviços da Indústria. No Brasil, o SENAI iniciou as seletivas nacionais da disputa no início de setembro.

O técnico de ensino e treinador Gabriel Galdino conta que o engenheiro de DevOps Thiago de Araújo passou pelas seletivas municipais e estaduais tranquilamente. 

Ele continua a acompanhar o competidor até as seletivas nacionais, que ocorrerão entre os dias 31 de janeiro a 5 de fevereiro de 2022 para a modalidade #53 Computação em Nuvens. 

“Estamos em um treinamento constante para a seletiva nacional e estamos conseguindo manter uma boa performance e consistência. Estou com ótimas expectativas, confio bastante no nosso trabalho e na nossa preparação, tenho certeza de que iremos chegar lá e dar o nosso melhor!”, aponta Thiago.

Fonte Portal da Industria 



O melhor conteúdo do setor metal-mecânico no seu e-mail

Cadastre-se em nossa lista VIP para receber conteúdo, notícias e muito mais sobre o setor metal-mecânico.

Compartilhe