Momento de transição

Muitos acidentes de trânsito ocorrem no limiar do alvorecer – a TRANSIÇÃO entre a noite e o dia, quando não está mais tão escuro, nem totalmente claro.

A penumbra geralmente confunde e limita a visão do motorista, aumentando em muito as chances de ocorrer algum acidente. Com esta analogia em mente, gostaria de expor alguns pontos importantes para que o empreendedor (motorista) possa minimizar ao máximo as possibilidades de ocorrer um “acidente” neste momento de penumbra em que estamos vivendo.

Estamos experimentando diariamente várias mudanças nos últimos meses, e é muito complicado conseguir imaginar quais devem ser os próximos passos a seguir em momentos que as incertezas ainda estão rondando. Raríssimas vezes mudanças ocorrem instantaneamente do dia para a noite, sem deixar sinais de que algo está sendo alterado - principalmente em relação às grandes tendências.

Todos nós passamos por momentos de transição em muitas circunstâncias pessoais e profissionais, mas o que faz toda a diferença é a maneira como enxergamos a situação e as posturas que adotamos.

Diante disso, uma das características mais importantes do empreendedor é saber identificar sinais de transição, que sejam de situações ruins que começam a melhorar, ou então de coisas boas que começam a piorar. Além disso, é necessário tomar decisões importantes, em virtude da leitura destes cenários. Péssima escolha é se ACOMODAR, quer em uma posição favorável ou pior ainda, em situações adversas. Mas como se prevenir (não prever) dos “acidentes” em momentos de transição?

O primeiro ponto importante é a VISÃO. E, mesmo parecendo óbvio, só consegue enxergar quem abre os olhos. Com isso, gostaria de dar apenas algumas dicas básicas que serão fáceis de lembrar:

·Olhe para FORA - As principais tendências já estão ocorrendo por aí. Então saia de onde você está e busque novas referências e insights. É a famosa técnica TBC - “Tirar a Bunda da Cadeira”. Participe de feiras, congressos, associações, etc;

·Olhe para FRENTE - Por mais que precisamos saber de onde viemos e aprender com isso, não se dirige um carro olhando pelo retrovisor. Muito mais importante do que já foi realizado, é o que ainda pode ser alcançado. Quem vive do passado é museu;


·Olhe para CIMA - Uma visão de futuro só pode ser grandiosa quando conseguimos comparar com empresas e empreendedores melhores do que nós. As metas traçadas devem ser grandiosas e ambiciosas. A frase de Walt Disneyé muito propícia: “Sonhar grande ou sonhar pequeno dá o mesmo trabalho”;

·Olhe para o LADO - Muitas pessoas e até outras organizações estão te apoiando nesta jornada. Nunca deixe de ter uma visão inclusiva e de reconhecimento. Sozinho você pode até chegar mais rápido, mas junto com outros você vai chegar muito mais longe. Uma visão de futuro só vai ser concretizada se for COMPARTILHADA com outros.

O segundo ponto importante é a ATITUDE. O que fazer diante dos insights que teve com o exercício da visão acima? Algumas atitudes devem ser exercitadas:

·Otimismo - Ter a capacidade de visualizar algo de bom, onde os outros só veem pontos negativos. Não é apenas ter um pensamento positivo, mas encontrar fundamentos racionais e sempre buscar alternativas para o problema. É enxergar o copo meio cheio, e não meio vazio;

·Persistência - Diferente da insistência, a persistência é continuar tentando, mas com métodos diferentes cada vez que se chega à conclusão que daquela outra maneira não deu muito certo. Quem desiste no primeiro infortúnio pode estar a centímetros do sucesso. Thomas Edison descobriu a lâmpada depois de centenas de tentativas, mas aperfeiçoou seus métodos em cada nova investida;

·Resiliência - O conceito é inspirado em uma das características dos metais e outros materiais. É a capacidade de ser manipulado, sem ter avarias, e voltar ao seu estado natural. Ou seja, o quanto você consegue suportar reveses antes de “jogar a toalha”, e ainda assim se recompor sem causar danos a você (e outras pessoas);

·Disciplina - É uma decisão constante continuar querendo atingir seus resultados almejados – mesmo quando parece que nada está avançando. É fazer o que tem que ser feito, no momento necessário, quantas vezes for preciso. Não adianta apenas idealizar o sucesso, é imprescindível executar as ações para se chegar lá.

·Liderança - Ninguém alcança o sucesso sozinho. As pessoas certas, no lugar certo, com o devido reconhecimento, podem ser a grande diferença ao seu lado. Inclusive o líder que tem a ousadia de ter pessoas melhores que ele em seu time, tem muito mais chances de alcançar o sucesso maior do que tinha concebido;

Existiriam mais dezenas de qualidades a atitudes de um bom empreendedor, mas em momentos de transição estas mencionadas acima são as que mais se destacam e podem fazer a diferença nesta jornada.

Gostaria de encerrar com uma pequena história... Certa vez um pai e seu filho estavam observando uma borboleta tentando sair do seu casulo e o garotinho ficou inquieto com o que parecia ser uma tarefa além das forças daquele frágil inseto. Então ele pediu ao seu pai que ajudasse a borboleta a sair mais facilmente.

O pai alertou o menino que esta era uma batalha que deveria ser vencida por ela mesma, pois este episódio era uma etapa necessária para reforçar a musculatura das asas. Caso ela fosse ajudada neste momento de transição, nunca teria condições de voar.

Quem sabe você está passando por uma situação muito parecida com essa. Sérias dificuldades e esforço gigante para vencer alguns desafios. Mas tenha certeza que estas circunstâncias estão te preparando e dando novas forças para alçar voos muito além do que você tinha imaginado.

Desejo muito sucesso em sua jornada!



O melhor conteúdo do setor metal-mecânico no seu e-mail

Cadastre-se em nossa lista VIP para receber conteúdo, notícias e muito mais sobre o setor metal-mecânico.

Compartilhe