Ferramentaria: esperança e último suspiro

Tudo leva a crer que passaremos por boas “turbulências” nos próximos meses no setor de ferramentaria com o programa Rota 2030 e Pró-Ferramentaria trazendo um alento e dando oportunidade para que os fragilizados integrantes e que sobrevieram à crise, se recuperem. Esta é a esperança.

Não faço parte da ABINFER - Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais, ainda, mas tenho acompanhado há anos a luta e determinação deste grupo de guerreiros frente aos desafios de união e consolidação do segmento nacional. A batalha envolve congregação, inovação, aprendizado e perpetuação.

Talvez não esteja claro que na sociedade industrial - seja ela qual for - a política é parte fundamental e,se fazer representar, é fundamental e vital nesta intricada, complicada e intensa guerra de interesses.

Um misto de esperança, determinação e dúvidas quanto ao futuro me passou pela cabeça na última reunião, realizada nas instalações da Bosch Campinas/SP em 22 de agosto, ao ouvir as palestras e ver dados sobre o potencial destes novos programas que deverão “inundar” o mercado de investimento para o desenvolvimento de grande volume de ferramental.Aqui, uma dúvida: seremos capazes de nos organizar e atender as demandas?

Meu sentimento é que teremos em mãos uma enorme Montanha de Pedra onde teremos que talhar blocos e carregar em direção da construção de uma grandiosa pirâmide: Mercado de Ferramentaria.

Mas vale lembrar que oportunidade como esta já nos foi dada no passado e que, através de muito esforço e muito trabalho transformamos a Montanha em blocos e depois em areia, tornando tudo em nossa volta - não em pirâmide - mas sim em Deserto.

Nós, os Ferramenteiros, aprendemos na raça com determinação, muita luta e esforço individual. Cada um talhou sua pedra e tentou carrega-la sozinho, bravamente contra todos os contratempos para o local da construção da Pirâmide e, talvez, este empenho tenha nos forjados tão fechados e voltados para dentro como egoístas. Falhamos!

Agora, talvez, seja o momento de se abrir, abrir a janela, permitir que a luz ilumine nossa mente e o ar da inovação revigore nossos pulmões de ideias permitindo que através da cooperação, da união, do trabalho em associação possamos ter as ferramentas certas, com pessoas certas e no caminho certo para construção deste novo Mercado.

Precisamos nos unir e destacar pessoas para lutar por nossas necessidades técnicas, educacionais e de conhecimento político. E creio que a Associação seja o melhor caminho para que este não seja o nossoúltimo suspiro!

Não custa muito ter a oportunidade de conhecer, participar e cobrar ações de resultado a nosso favor através de associações profissionais como a ABINFER.

É sempre bom estar com pessoas com garra e determinação e conhecedoras de nosso segmento. Obrigado a todos da Robert Bosch pela excelente equipe e ferramentaria(exemplo a ser seguido)e também parabéns a ABINFER que proporcionou a visita e momentos de reflexão.

Que possamos continuar saudáveis, unidos e sempre à frente!

Compartilhe