Dê voz e valor à sua comunicação

A voz é a ferramenta de comunicação mais primária e mais imediata de que dispomos para interagir na sociedade, pois ela não requer qualquer acessório nem mecanismo especial para ser utilizada.


É um elemento de fundamental importância, porque por meio dela observamos as emoções, intenções, sensações, cansaço, falsidade, estado de humor, entre tantos outros aspectos de quem está comunicando.

E se a voz é capaz de transmitir e indicar todas estas características do indivíduo, você já parou para pensar o quanto a voz interfere de modo decisivo na eficácia de nossa comunicação pessoal, social e profissional?


A voz tem uma força incrível, sendo um dos instrumentos de influência mais eficazes nas comunicações humanas. Conhecer a própria voz é uma ferramenta para atingir o sucesso, causar boa impressão, elevar sua reputação, seduzir, vender, liderar, gerar impacto e aumentar sua influência. Dominar o uso de sua vozpermite-lhetrazer à tona o bom dos outros e o melhor de você.


Não importa o quanto atraímos as pessoas,podemos destruir facilmente a imagem que nos esforçamos para projetar no momento em que abrimos a boca.Pois somos julgados não apenas pela aparência ou atitude, mas pelo que dizemos e, talvez mais ainda, como dizemos. Nossas vozes são únicas como nossas impressões digitais.


Podem fazer com que a mensagem mais elegantemente construída perca toda a beleza, como podem realçar a afirmação mais simples. E,mais que as palavras,refletem nossos mais profundos pensamentos e emoções.Já diz o adágio popular, “a boca fala do que o coração está cheio.”


Em ano eleitoral e principalmente nos meses que antecedem o dia das eleições, temos exemplos diários de como jamais conduzir um discurso, candidatos despreparados de conteúdo, postura, vocabulário, um verdadeiro show de horror.


E também podemos observar aqueles que pela sua voz, propostas, palavras bem colocadas conseguem a atenção dos eleitores, transmitem confiança e com isso conseguem ser lembrados no momento do voto...


Assim também é o dia-a-dia corporativo, mudando apenas o “cenário”, pois falar em público é essencial a quem deseja buscar uma projeção influente, e não é fácil! Por isso tem tanta gente que trava nesta habilidade tão essencial as nossas profissões, a nossa autoestima, e a própria existência.


Nossas vozes traçam vívidos perfis de personalidade, que afetam o modo pelo qual as pessoas nos percebem.Podem ser importantes trunfos, ou obstáculos intransponíveis,fazendo com que sejamos apreciados ou não,respeitados ou ignorados,que vençamos ou não uma eleição, sejamos ouvidos,compreendidose apreciados, ou simplesmente ignorados, incompreendidose evitados.

Qual é a sua imagem local?

Uma voz bem empregada é natural, macia e clara.É fácil de compreendere ouve-se com prazer.Uma voz carismática é expressiva e confiante,chama atenção para seu donoe para o conteúdo que estádizendo,maisque sobre si mesma.

Você em algum momento de sua vida ou carreira examinou sua voz? Realizou algum exercício ou reflexão sobre a imagem vocal que você transmite?


Observe estas perguntas que podem lhe auxiliar nesta avaliação:

1.Você fala com confiança,murmura, fala muito baixoou fala de forma hesitante?

2. A qualidade de sua voz é agradável de se ouvir ou é lamurienta,áspera,ofegante,nasalada,esganiçadaou rascante?

3.É monótonaou interessante? Possui variação de tom,velocidade e timbre?

4.Acrescenta ou diminui à sua aparência visual?

5. Éuma voz que te agrada ouvir?

6. Projeta a imagem que você deseja?


Grave várias de suas conversas, analise as mensagens que transmite, avalie suas características vocais. Pode ser mais fácil ouvir suas ligações, embora nossas vozes ao telefone tenham timbres diferentes de nossas vozes ao vivo.


Parte das características vocais são devidas à nossa anatomia, região onde nascemos (sotaque), mas parte significativa é aprendida pela imitação de outras pessoas, nossa autoimagem e nossos hábitos. E se os hábitos podem ser modificados, vale a pena uma auto avaliação de sua imagem vocal.


É aconselhável observar os outros quando estiver tentando melhorar sua voz,exatamente como ao tentar mudar sua linguagem corporal. Ouça particularmente as que conquistam e retêm sua atenção quando falam.


Observe as qualidades que as tornam especiais, fique atento aos elementos que compõem as grandes vozes,e por que elas tocam e influenciam seus piores ou melhores sentimentos.


Ritmo, Articulação e Volume

Escolha uma história escrita e familiarize-se com ela, lendo-a em voz alta.Depois leia-acom um gravador.Repasse a gravação,analisando a sua emissão,todos os elementos do conteúdo que você gravou, ecoloque-seperguntas como:Meu discurso é facilmente compreensível?O sentido está claro?A minha velocidade e ritmo dãotempoaos ouvintespara visualizarem o que descrevi?Uso pausas e variações de volume para ênfase e para acrescentar interesse?O volume geral é confortável de se ouvir?Transmito confiança?


Escute com franca atenção e decida o que poderia fazer para melhorar o impacto e sua total influência.Pratique as mudanças desejáveis e grave outra vez.Avalie seu progresso.Incorpore o que aprendeu em seus diálogos diários.Lembre-se:mudar hábitos requer prática frequente,muita força de vontade,autocríticae persistência.


Expressividade

Indivíduos carismáticos tem vozes expressivas fascinantes de se ouvir,mesmo quando o que dizem não é inteligente ou profundo.Suasvozessão um veículo que usam para partilharem suas reações emocionais com o mundo que experimentam na sua totalidade.A expressão livre e plena confere vida às palavras,envolvendo os outros.Cativam a imaginação,aquecem o coração e tocam a essência das pessoas.


Para ser expressiva,uma pessoa deve estar disposta a expor emoções profundas ao escrutínio de outras pessoas.Aqueles que têm uma tendência a reterem os sentimentos quando falam, estão mais preocupados em causar uma boa impressão, de modo que a espontaneidade e expressividade são abafadas; no entanto, ironicamente, a melhor impressão é causada por aqueles que sãosinceros,verdadeiros,espontâneos, calorosos e expressivos.


A melhor maneira de sentir-se mais à vontade sendo expressivo é praticar. É eficaz ler uma história curta, carregada de emoção, em voz alta, ao gravador. Então imagine-se como o ator/atriz numa peça, retratando uma pessoa forte, autoconfiante. Leia a história novamente ao gravador, mas desta vez faça-o como o faria o personagem da peça.


Se você realmente se identificar com o papel, notará um aumento de sentimentos em sua voz comparada à da primeira leitura. Agora tente novamente, lendo a história comovocê a relataria a seus amigos se fosse verdadeira. Compare essa leitura com a primeira. Ficou mais expressiva? Pense em você mesmo como sendo expressivo e tente agir como se estivesse conversando com as pessoas.


Quanto mais o fizer, tanto mais natural iráficando.Você se sentirá melhor e partilhará mais o você verdadeiro com as pessoas, sem os empecilhos das antigas inibições.


Quando falamos de expressividade, estamos pensando em um conjunto de elementos: a intensidade da voz, a entoação (como a variação melódica, as pausas e ênfases, o ritmo, os momentos de respiração), a dicção. Estes são os mais importantes e cada um deles exerce um papel diferente que combinados geram um resultado único.


Tom

O tom da sua voz acrescenta uma carga emocional a tudo que você diz.Indica a sua atitude em relação ao que você está dizendo,às pessoas com quem você está conversandoe a você mesmo.


Independentemente das palavras de alguém, muitos sentimentos ficam logoaparentes; por exemplo: sexualidade, irritação, desilusão amistosidade, confiança, simpatia, antipatia, animosidade, apatia, vivacidade e calor. Considere que qualidades podem ser evidentes na sua voz usual.


Por estas você será julgado e as pessoas reagirão a elas.Usar um tomconfiante faz você se sentir mais confiante; um tom calmo, mais relaxado; um tom caloroso, mais amigável. Mudar sua voz pode ser um instrumento importante na melhoria de sua personalidade, sua autoestima, sua autoimagem e principalmente sua influência.

Como influenciar as atitudes de outras pessoas com a sua voz

Seu tom de voz pode diminuir as emoções negativas de outras pessoas e aumentar as positivas.Há dois fatos que tornam isso possível:


1.As pessoas tendem automaticamente a imitar as vozes que ouvem

Pense nisso.Quando você sussurraou eleva a sua voz,os outros nãosussurram ou elevam a voz também? Eas pessoas não adquirem facilmente características tais como o sotaque,e falam mais rápido ou mais devagar dependendo da velocidade do discurso da pessoa com quem estão falando?O tom emocional também é imitado. Uma vozzangada convida a raiva e a fúria de outra pessoa.A amistosidade solicita a amistosidade e gentileza,e calor é respondido com calor humano e os melhores sentimentos das pessoas.


2.Os sentimentos de uma pessoa podem ser afetados pela voz que usa.

Pessoas geralmente experimentam a emoção que suas vozes exprimem. Conseguir que alguém imite sua voz positiva pode modificar o sentimento dessa pessoa.Escolhendo o tom adequado,você podedifundir hostilidade,acalmar a irritação, promover a amizade, pacificar a insatisfação, elevar o entusiasmo, e principalmente influenciar e aumentar a felicidade dessa pessoa através de estados e emoções favoráveis.


Pratique ouvir o sentimento implícito do que as pessoas falam.Depois altere sua voz para preencher suas necessidades.Como você pode saber quetom funciona melhor? Faça-o usando aquele que reflita a atitude que você desejaria que a outra pessoa adotasse.


Em uma consultoria recente que executei, empresa giganteda indústria plásticada cidade de Joinville, tive o prazer de aplicar este trabalho com a equipe de telemarketing(funcionários internos), e equipe externa de vendedores, e fizemos a seguinte experiência:

Trouxemos o time das vendas externas para vivenciarem e “sentirem” as dificuldades da equipe de telemarketing em vender na base de clientes. Primeiro, os vendedores acompanharam diversas ligações, buscando entender casos reais e práticos,diferentes situações do cotidiano para estarem contextualizados da atividade e como é executada.


Com base nesta vivência, tivemos diversos encontros para troca de experiências entre as equipes, para que o time de vendas externo contribuísse com seu relato e conhecimento de como tratam situações semelhantes quando a negociação ocorre de forma presencial, olho no olho e sendo possível observar a comunicação não verbal.


Essa experiência agregou bagagem e conhecimento ao time do telemarketing, enriquecendo suas habilidades na identificação das emoções expressas pelos tons vocais dos usuários e clientes do outro lado da linha.Evoluiu a capacidade de identificação de novas situações e como responder de forma a obter melhores resultados.


Sabemos que pelo telefone na maioria das vezes conseguimos determinar se a pessoa do outro lado está sorrindo, está nervosa, entusiasmada, entediada, mas o relato do time externo ao telemarketing trouxe maior nitidez e clareza na identificação destas emoções, pois uma vivência da situação ajuda a tornar mais real a imagem que projetamos e que buscamos ter empatia.


O resultado este trabalho foi fantástico. Em primeiro lugar times integrados e engajados, cada um percebendo que existe espaço e oportunidade para todos, que não é necessário medir forçar, mas uni-las.


Time de telemarketing mais preparado, aumentando as vendas ativas em mais de 30% no trimestre seguinte. Time de vendas externas mais motivado, entendendo que possuem diferencial com o fato de conversarem pessoalmente com os clientes e que sua experiência de campo é rica e possui enorme valor.


Um aspecto bem importante desta consultoria também foi a valorização da atividade do telemarketing. Infelizmente temos e cada um conhece pelo menos um exemplo de atendimento que classificaria como péssimo, gerando descrédito para a empresa e para a profissão.


Mas assim como temos exemplos negativos, reforçamos que antes da invenção da televisão, as pessoas tinham acesso às notícias apenas por meios impressos e pelo rádio. O interlocutor não era visto pelo público e isso dava asas à imaginação do ouvinte, que criava uma imagem mental de como seria, fisicamente, o dono da voz.


Mesmo nos dias de hoje isso ainda ocorre com o telemarketing, e por isso, muitos profissionais tendem a trabalhar maneiras de dar particularidades a seu atendimento, criando fidelização com quem está do outro lado da linha. A voz caracteriza o atendente e gera empatia com quem o escuta, que gosta daquela voz, daquela entonação e cria um vínculo sem precisar do visual.


Essa habilidade de influenciar as emoções daspessoas é inestimável numa variedade de situações.Você também pode desenvolvê-la, aprendendo e usando três leis básicas da conversão vocal:

a)Imitar e fazer a calibragem do tom de voz da outra pessoa, isso reforça a qualidade do que estiver transmitindo;

b)Igualar e elevar o tom de voz da outra pessoa aumenta a qualidade do que estiver transmitindo;

c)Usar o tom de voz oposto ao da outra pessoa reduz a qualidade do que estiver transmitindo,ou traz à tona a qualidade oposta.


SUA NOVA VOZ, SUA NOVA PERSONALIDADE, SUA AUTOIMAGEM PROJETADA NO PRAZER DA FALA

Quando você se livrar do stresscriado por temer o que os outros pensam,a beleza de sua voz natural será libertada.

Quando você a desenvolver corretamente e a tornar coerente com sua personalidade,projetará uma imagem vocal positiva e poderosa, e obterá um bom feedback de outras pessoas,melhorando a sua autoimagem,sua autoestima,sua autoconfiança e sua.Imitar a pessoa que você deseja tornar-se irá ajudá-loa se transformar nessa pessoa tão especial.EU ACREDITO EM VOCÊ!

Conhecer sua voz é como conhecer os limites do seu corpo. Atletas fazem disso uma atividade constante, buscando sempre saber onde precisam aprimorar ou cuidar.


Fazer uma análise crítica da sua qualidade e potencialidade vocal é um passo importante para otimizar o modo como você se comunica e pode obter cada vez melhores resultados.

“Eu nasci com essa voz e não consigo mudar”, “falo igual ao meu pai, não tem jeito”, “Esse jeito de falar é de família, todos são iguais”… será que isso é verdade para todos os casos e pessoas? De fato, temos uma voz determinada pela genética, pela cultura e histórico social. Mas o sistema que produz a voz é bastante plástico, maleável, e mudanças são sempre possíveis, respeitando os limites de cada um.


A voz é um cartão de visitas e ela é capaz de dizer muito sobre quem fala e sobre a empresa de quem fala. Também nas organizações, a voz é elemento de comunicação interpessoal essencial.


Capacitar os colaboradores para que tenham mais domínio sobre os parâmetros vocais é uma forma de aperfeiçoar sua relação com o cliente externo, melhorar os relacionamentos corporativos, deixar clara a comunicação nas lideranças, além de ajudar a criar uma marca cada vez mais forte.


Tenham um excelente dia hoje é sempre, pois o mercado é do tamanho da sua capacidade, influência e imaginação.



O melhor conteúdo do setor metal-mecânico no seu e-mail

Cadastre-se em nossa lista VIP para receber conteúdo, notícias e muito mais sobre o setor metal-mecânico.

Compartilhe