Como evitar prejuízos ao gerar orçamentos de ferramentais

Orçamentos de ferramentais


Ao gerir orçamentos de ferramentais no âmbito dos projetos gráficos e de engenharia, é bastante comum que as alterações manuais provoquem prejuízos e necessidade constante de retrabalho, além de atraso nas entregas.

A automatização dos processos através de softwares desenvolvidos para esse fim pode ser uma excelente saída para reduzir custos desnecessários e aumentar a qualidade de seus projetos.

Esse tema é tão importante que já se fala especificamente em orçamentos e projetos como um segmento dos projetos de engenharia.

Isso porque já se percebeu o quanto de prejuízo se obtém por mau planejamento e erros de projetos e desenvolvimento.

Modernizar as ferramentas e tecnologias é uma das formas mais eficientes de investir em qualidade e orientar sua equipe para um trabalho mais motivado e eficiente.

Simulação CAE

CAE ou Engenharia Auxiliada por Computador é uma tecnologia que utiliza programas para a construção e desenvolvimento de projetos de engenharia civil.

Umas das formas mais avançadas é a simulação CAE, que pode auxiliar a ter noção mais exata do desenvolvimento do projeto, promovendo uma margem muito pequena de erros de orçamento.

Umas das vantagens da ferramenta CAE é poder simular de forma muito realista, através de protótipos virtuais, suas reais condições de uso e aspectos fundamentais para a viabilidade de qualquer projeto de engenharia como resistência e estabilidade.

A ferramenta pode ser utilizada em diversas etapas do projeto, como em sua elaboração e na análise do produto.

Também utilizamos a simulação CAE para avaliar a funcionalidade do produto, como design final e até a capacidade de produção.

Utilizando softwares que permitem a simulação CAE os prejuízos com orçamento podem ser bastante diminuídos e ainda:

Evitam a utilização de protótipos com materiais concretos, o que impacta em tempo e custos, além de recursos humanos.

O uso do CAE gerencia riscos e viabilidade do projeto baseado em dados seguros.

Utilizar o CAE permite que alterações necessárias sejam percebidas precocemente, permitindo mudanças acessíveis.

O CAE permite a integração de dados

Desenvolvimento de produto

Desenvolver produtos é uma fase que envolve sérios riscos orçamentários quando o processo não é automatizado e fica submetido a intervenções manuais e retrabalhos que geram prejuízo para quem desenvolve projetos.

Os softwares para auxílio e elaboração de produtos evoluíram a ponto de superar os CAD, que simulavam e representavam os projetos e desenhos gráficos em 2D.

Atualmente é possível, através de ferramentas e softwares que chamamos parametrizados, obter tecnologia avançada e maior precisão para orçamentos muito mais seguros.

Com a ampliação de recursos dos softwares para elaborar produtos, as simulações conseguem prever com segurança e amplitude as variáveis de erros orçamentários que podem implicar diretamente no custo do orçamento, provocando prejuízos.

Para a engenharia de desenvolvimento, prever através de protótipos virtuais, a viabilidade dos produtos, calculando as condições reais de uso podem otimizar as fases pré-processamento, desenvolvimento e análise final dos resultados.

Desenvolvimento das tiras (estágio)

O desenvolvimento das tiras é um processo de estampagem considerado progressivo e, por ser altamente tecnológico, é um dos elementos que podem auxiliar a apresentar orçamento preciso e sem erros que impliquem em prejuízo ou necessidade constante de retrabalho.

As ferramentas do tipo progressiva são as que possuem configuração que permite operações sequenciais e progressivas na produção de um produto e que podem até utilizar uma mesma base ou molde.

O estudo ou estágio de tiras é a distância adequada entre a primeira e a última peça de uma ferramenta de estampagem.

A produção de estampos de forma automatizada funciona a partir de uma ferramenta que desloca uma chapa na distância correspondente entre as ferramentas.

Desenvolvimento dos blanks

Os blanks são as peças de aço utilizadas na produção de produtos estampados e são feitos a partir de cortes na bobina, permitindo agilidade e garantia de redução absoluta nas perdas durante o processo.

É através do deslocamento dos banks que o processo de estamparia pode ser realizado com eficiência, já que eles possuem grande poder de deformidade e deslocamento, produzindo o que é chamado de alimentação do produto.

O estágio das tiras é chamado dessa forma porque é ele que define, através das amarrações, a necessidade de maior ou menor alimentação, ou seja, o movimento dos blanks e a distância entre as peças.

Análise de materiais e processos no orçamento

As ferramentas CAE também são eficientes para analisar o material e os processos e fazer a entrega correta do orçamento contendo base correta sem incorrer em prejuízos em decorrência de erros.

O CAE tem sido utilizado em larga escala para desenvolvimento de produtos e aperfeiçoamento dos processos.

Entre as análises importantes que são oferecidas pelo uso de softwares eficientes que trabalham a partir de ferramentas CAE estão a análise dos processos com verificação de variáveis.

Entre as variáveis que podem ser analisadas durante o processo estão variações eletromagnéticas, fluídos, estáticas, acústicas, térmicas e outras que podem evitar erros e prever possíveis modificações de forma precoce e sem comprometer o orçamento.

Uma das formas de analisar materiais e processo é com a criação, através do CAE, de protótipos virtuais que auxiliam na escolha de materiais, interação com outros materiais e superfícies externas, temperaturas, fixação, forças e outras variáveis que podem comprometer o desenvolvimento dos produtos.

Durante o processamento, os softwares também precisam apontar os resultados e avaliar todo o processo para verificar se houve precisão em relação ao orçamento.

Uma forma de fazer isso antecipadamente e não incorrer em erros é realizar a simulação da produção através do próprio CAE.

Outras vantagens de utilizar ferramentas de automação são:

Aumento da eficiência e qualidade

Previsão de erros ainda na fase dos protótipos

Alterações nos projetos sem comprometer orçamentos

Redução drástica de testes com materiais físicos

Análise de desenvolvimento e características finais dos produtos

Aumento de qualidade

Aumento da competitividade

Agilidade no processo

Evita erros de cálculo

Agora que você já conhece mais sobre como evitar prejuízos ao gerar orçamentos de ferramentas, uma boa ideia é procurar o Software CIMATRON.

Através do CIMATRON sua empresa terá acesso à ferramenta mais sofisticada em termos de desenvolvimento de produtos e análise de desenvolvimento!

Por que a quantidade de facas de corte na ferramenta é importante ?

Fonte Fit Tecnologia



O melhor conteúdo do setor metal-mecânico no seu e-mail

Cadastre-se em nossa lista VIP para receber conteúdo, notícias e muito mais sobre o setor metal-mecânico.

Compartilhe