Os 5 principais erros na elaboração de um plano de manutenção preventiva

Amanutenção preventivaé uma parte importante dos processos de gestão de ativos, pois ela tem como objetivo evitar possíveis paradas não programadas dos ativos, sendo efetuada em intervalos predeterminados.

Dessa forma, é possível garantir maior eficiência e melhor funcionamento dos equipamentos da empresa.Para que seja possível efetuar esse tipo de manutenção da melhor forma, é preciso organização e planejamento. Para isso, umplano de manutenção preventiva deve ser elaborado.

Porém, nem sempre esse planejamento ocorre da maneira correta. Alguns erros neste processo, mesmo pequenos, podem comprometer o processo de manutenção de toda organização. Continue a leitura e saiba mais sobre o plano de manutenção preventiva e os5 principais erros que podem ocorrer no planejamento.


O que é o plano de manutenção preventiva?

O plano de manutenção preventiva éum documento ou série de documentosem forma deroteiroque serve de guia e apoio para todos os profissionais responsáveis por esse tipo de manutenção. Ele deve registrar:

  • As atividades de manutenção preventiva;
  • A frequência e a periodicidade em que ocorrem;
  • A localização dos equipamentos;
  • As peças e os materiais que serão utilizados;
  • Os profissionais que irão executar as atividades.

Além disso, o planejamento da manutenção preventiva deve seguircritérios técnicos definidoselevar em consideração alguns fatores, como:

  • Histórico;
  • Recomendações e orientações técnica dos fabricantes;
  • Experiência da equipe sobre as falhas do ativo;
  • Análise deconfiabilidadee falha, entre outras informações.

Quais os principais erros que podem ocorrer no plano de manutenção preventiva?

Sabemos que em uma situação ideal, nenhum erro seria cometido nem na execução, e nem no planejamento. Porém, sabemos que na vida real, equívocos acontecem e podem comprometer o plano de manutenção preventiva e sua atividade, pois não existe um plano perfeito.

Como adiantamos na introdução do texto, mesmo os pequenos erros nesses processos podem comprometer o funcionamento dos ativos e, consequentemente, toda a atividade da indústria.

Para evitar que alguns equívocos assim aconteçam, listamos oscinco principais erros que podem ocorrer no planejamento do plano de manutenção preventiva. Dessa forma, você já sabe no que prestar maior atenção na próxima elaboração. Confira a lista:


1. Copiar os planos de manutenção

Um mau hábito comum entre alguns profissionais de manutenção diz respeito à copiar e colar planos de manutenção para equipamentos iguais ou semelhantes.

Muitos fazem isso como uma forma de economizar tempo, mas na verdade acaba por prejudicar toda a manutenção preventiva.

Isso porquecada equipamento é único,pois, mesmo se dois equipamentos forem exatamente iguais na mesma empresa, os planos de cada um podem ser diferentes.


2. Não possuir o histórico

Umhistórico sólido e detalhadoé essencial para a elaboração de umplano de manutenção preventiva confiável.

Sem essas informações, é fácil acabar cometendo alguns erros de planejamento, porque é a partir dos dados do histórico e dos cálculos de custos e vida útil dos ativos que é possível determinar o plano de manutenção de cada um.


3. Ignorar a opinião do fabricante

Aconsulta aos manuais do fabricanteé crucial nessa etapa de planejamento e organização, pois, não consultar esses materiais na hora de planejar a manutenção preventiva pode acarretar em desperdício de tempo e até mesmo de capital.

Esse erro comum pode gerar compras de materiais e peças equivocadas ou a avaliação do ativo por não seguir as recomendações e homologações de fábrica.


4. Não calcular o tempo de vida útil

Ao calcular de tempo de vida útil de cada componente incorretamente, ou ao ignorar essa etapa, o profissional éincapaz de calcular afrequência e a periodicidadenecessária para as manutenções de forma correta e assertiva.

Dessa forma, todo oplano de manutenção preditiva pode ser desacreditado, e pode gerar prejuízo para a organização.


5. Não encarar o processo com seriedade

Todo o processo de elaboração do plano de manutenção preditiva, da pesquisa à revisão, deve ser feito comseriedade e empenhopor todos osprofissionais envolvidos.

Este tipo de planejamento é essencial para o bom funcionamento da empresa, pois, ao tratá-lo como algo menor, toda a produção está comprometida.

Como vimos, erros comuns podem gerar muito prejuízo para organização, e evitá-los é mais simples do que se imagina. Para saber mais sobre assunto, confira nosso artigo especial com7 passos para deixar a manutenção de ativos em dia!


Fonte Maxinst

Compartilhe